sábado, 9 de agosto de 2008

Os Sonhos


Quando entras nesse tão esperado mundo
Tu, és apenas tu
Pegas no pincel e pintas.
Crias,
Imaginas,
Revolucionas a tua tela de gargalhadas.

De sonhos,
As folhas das árvores
Perdem o verde
E, ganham a cor da tinta.

De sonhos,
O céu perde o azul
E, pintasse das cores dos sonhos.

Os sonhos que tu crias.
Os sonhos que por ti se misturam.
Os sonhos de um mundo só teu.
Onde nada é igual
Tudo é diferente.

Aquele mundo onde te revelas
Onde és tu e mais ninguém
Onde a vida és TU.

Inês Costa'08

2 comentários:

SaLomÉ disse...

Onde a vida somos NÓS...
Como conseguiria eu pintar gargalhadas sem que me fizesses rir?

Não imagino um mundo somente meu, sem mais ninguém. Quando sonho contigo, entras no mundo, e então "nada é igual, tudo é diferente."


Somente pela tua presença.

rui disse...

e o meu preferido...

es mesmo genial marida