terça-feira, 3 de junho de 2008

rara folha a mais


Um trevo que nasce
Um trevo que nasce na tua mão
Que se cria.
E quando, os tentáculos das raízes
Se apoderam do teu sangue
Se misturam com a tua alma
Ganha mais uma folha.

Folha tão rara quanto a tua vida
Tão rara quanto Tu
Tão rara quanto Nós.
Tornasse a tua vida
Quando a tua vida se torna nela.

Quando morre
A tão rara folha a mais
Evaporasse como Tu
E as três outras folhas
Vulgares
Sobrevivem fazendo nascer
A tão rara folha a mais.

3 comentários:

نهر الحب disse...

nice blog

I wish good luck to you
Come to my blog

Anónimo disse...

OMG! isso ta... tou sem palavras! ta lindo... è arte!!!

P. disse...

Escreves com a ponta do coração, o que a Alma te sussurra e o que os olhos captam.
É bom saber-te crescida... por fora e sobretudo por dentro!
Parabéns Inês!
Continua!
Foi bom ter-te (re)descoberto!
Bjs