segunda-feira, 14 de abril de 2008

(sem título)


O cruel solo que agora pisamos
Ainda nos é desconhecido
Aprender a viver com as pessoas
É um mito desconhecido

Não chores sob o cruel solo
Daqueles que te humilham
Chora sob o solo
Daqueles que te gloriaram

Não mostres fraquezas
Que algum dia mostraste
Mostra um sorriso
Matará aqueles que te humilham

À questão do amor
Luta por quem queres
Não olhes para as mãos sujas
Daqueles que te humilham.

7 comentários:

Anónimo disse...

Sempre que pensares nisso! pensa tambem em crescer e aparecer! Pois aqueles que te humilham secalhar tÊm razão de ser... Antes de te "matrerizares" sobre o que os outros fizeram a ti! "matreriza-te" sobre o que as tuas acçãos causam nos outros! Sem antes conhecer podes vir a aborrecer, seja tu ou alguém! Seja tu ou ninguêm... Reflete! Pensa! Traz á conciência antes de pores seja o que for em pratica! Mas contudo amei o poema!
Adão

Inês Costa disse...

O poema foi escrito, numacto de solidariadade, nao sob mim mas sob a Susana, uma pessoa que se autocupaliza por tudo, que e' humilhada por todos. O.-

Anónimo disse...

Pois e eu tirei essa mesma conclusão! nao sei quem ela é!
nem o que fez o o que faz! só sei que antes de pensar em se culpar seja por o que for deve interiozar em si quem ela é! pois tlavez primeiro devemos ter amor proprio depois corrigir algo que "pensamos" ter a culpa... mas lá estar sempre pensar antes de agir! que apesar de nao ser facil! é uma das nossas dogamos que virtudes quer devemos ter sempre em conta!!! Um abraço para ela!
Adão

Anónimo disse...

peço desculpa pelos erros dados! xD
Adão

Inês Costa disse...

E' o que eu lhe tento transmitri, que ela tem de ter amor proprio, pensar mais nela e menos no que os outros acham dela, sim eu sei que isso pode levarnos a corrigir os nossos erros mas, ela ve isso como um acto para desistir, acha-se ignorada pela sociedade, acha que nao faz nada neste mundo, que a vida para ela foi feita sem sentido. tento ajuda-la ao maximo, e ou nao me chamo Inês Costa ou ainda vou mudar aquela rapariga, so a quero ajudar, a ela e a quem precisar de mim... =D

Anónimo disse...

Antes de julgares quem quer que seja...Olha primeira à tua volta e vê o que nela, esta errado
Pensa primeiro antes de julgares os outros, e quereres ve-los mal
Pq errar toda a gente erra...

Espero que penses um pouco antes de queres ver os outros mal, inês

Inês Costa disse...

nao tou a julgar ninguem para tua informação, lê os comenterios em cima e depois fala, nao tou para ouvir insinuaçoes dessas, e fala quando sabes do que se trata, cala-te quando nao sabes isso nao leva a lado nenhum.